quinta-feira, 10 de agosto de 2017

Conselhos bíblicos sobre adoração e culto – NO LIVRO DA LEI


Da Tenda do Encontro o Senhor chamou Moisés e lhe ordenou: “Diga o seguinte aos israelitas: Quando alguém trouxer um animal como oferta ao Senhor, que seja do gado do rebanho de ovelhas”.  “Se o holocausto for de gado, oferecerá um macho sem defeito”.
(Lv 1:1-3)


O estudo das instruções contidas no livro de Levítico pode parecer a alguns cristãos como enfadonho e distante da realidade da graça que sobressai em nossa adoração na igreja hoje.  A busca da percepção espiritual – mais que ritual – das lições ali contidas, podem porém ser aplicadas a cada cristão em seus cultos.  Assim, atenha-se as seguintes aplicações:
# Não permita que o mundo, com seus valores e modelos, seja o padrão de sua vida e adoração.  Lembre-se que o Senhor exige santidade em todos os aspectos de sua vida e você, como servo fiel, deve saber diferenciar o que é santo ao Senhor.
# Apresente-se ao Senhor como o adorador digno da santidade divina.  Cuidado para os afazeres diários não sufocarem seu culto, com foi o caso na semente caída em terreno pedregoso (atente para a parábola do semeador em Mt 13:5).
# Mantenha a leitura e estudo bíblico como regra e critério de sua adoração.  Quanto mais você aprender da Palavra de Deus, melhor e mais aceitável será seu culto.
# A palavra é dura em relação aos que fazem a obra do Senhor de maneira negligente ou descompromissada (é o que diz Jr 48:10).  Então dê atenção e cuidado a cada detalhe de sua adoração para oferecer ao Senhor o que tem de melhor.