quinta-feira, 10 de agosto de 2017

Conselhos bíblicos sobre adoração e culto – A PALAVRA PROFÉTICA

Conselhos bíblicos sobre adoração e culto – A PALAVRA PROFÉTICA

Pois desejo misericórdia e não sacrifícios; conhecimento de Deus, em vez de holocaustos.
(Os 6:6)


Cultuamos hoje ao nosso não mais com ritos sacrificais antigos, mas as lições trazidas pelas advertências dos profetas do AT devem ainda encontrar aplicação que nos forneçam diretrizes para nossa adoração.
# Comece refletindo sobre o seu culto, lembrando que a forma em que você o apresenta ao Senhor deve ser cuidadosa e criteriosa.  Porém mais importante é o seu coração que deve estar comprometido com o culto e com o Senhor (veja a repreensão de Jesus em Mt 15:8).
# Não tende manipular Deus com as suas ações de culto e adoração.  Cultue como forma de gratidão pela sua bondade e misericórdia e não como quem quer conquistá-lo.  Lembre-se que foi a graça de lhe permitiu o acesso ao altar quando o véu foi rasgado no dia do sacrifício definitivo de Jesus na cruz (Mc 15:38).
# Coloque como prioridade em sua vida a busca pelo Senhor e a obediência a sua vontade; só então as outras coisas acontecerão, inclusive a sua aceitação e do seu culto (Mt 6:33 pode ser entendido nesta direção).
# Não faça do culto um fim em si mesmo.  Nem pense que porque você vem ao santuário trazendo sua adoração isto já é suficiente para considerar seus deveres religiosos cumpridos.  Faça do seu culto um lugar e um momento de encontro com Deus que alegra o Senhor e lhe restaura a alma (veja com é belo o Sl 46:5).
# Transforme sua adoração em motivação para amar o próximo e viver de maneira responsável a sua ética e moralidade social, nisto consiste a verdadeira adoração que agrada ao Senhor (Tg 1:27 é muito incisivo quanto a isso).